De Brasília

Sem acordo com o Governo Federal para tabelar o valor do frete, caminhoneiros voltaram ontem a paralisar rodovias em quatro estados brasileiros. A mobilização começou nas primeiras horas da manhã, quando manifestantes fecharam a BR-386 em Soledade, região norte do Rio Grande do Sul Como aconteceu no protesto de fevereiro, pelo menos vinte caminhoneiros que tentaram furar os bloqueios tiveram os veículos apedrejados.

Ainda de manhã, segundo a Polícia Rodoviária Federal, havia 17 pontos de paralisação em rodovias do Paraná, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Mato Grosso. Em Santa Catarina, os motoristas foram impedidos de fechar as rodovias pela PRF, mas se concentraram nas margens da BR-282, em São Miguel do Oeste e Maravilha, e da BR-153, em Concórdia e Irani. Em Maravilha, manifestantes fizeram uma barricada na rodovia e atearam fogo, mas as chamas foram logo controladas. De madrugada, houve barricadas com incêndios também no Rio Grande do Sul.

No início da tarde, o número de bloqueios caiu para 14, sendo seis no Rio Grande do Sul – um deles na ERS-155, uma rodovia estadual – cinco em Mato Grosso e três no Paraná, segundo boletim da PRF. Os bloqueios não chegaram a afetar a passagem de carros, ônibus e veículos de emergência.(Estadão Conteúdo)

Fonte: Jornal “A Tribuna” – 24.04.2015 – Sindical – Pagina C-4

____________________________

Reprodução de noticia publicada para conhecimento das Associadas